Missão

Considerando o carácter específico das Aldeias Históricas, a respetiva individualidade e singular identidade,

Considerando que as Aldeias Históricas são, à sua maneira, lugares de exceção no âmbito do património construído,

Considerando a necessidade de contribuir para a preservação do património rico que cada aldeia encerra,

Os signatários entendem constituir-se como impulsionadores e parte integrante de uma Associação vocacionada para a defesa, reabilitação, salvaguarda, dinamização e revivificação do património arqueológico, arquitetónico, urbanístico, histórico ou vernacular, património intangível e património natural.

Neste sentido, a AHP está recetiva, quer no que respeita às atualmente classificadas como Aldeias Históricas, quer no que concerne a outras Aldeias Históricas e Seculares, que se queiram associar em rede a este projeto, a título individual ou coletivo, em qualquer altura (sob proposta dirigida à Direção e, vindo a obter a respetiva aprovação).

A AHP rege-se pelos princípios e regras gerais, consignados universalmente em Democracia, dando particular relevo à:

  1. Independência – relativamente ao Estado, às organizações políticas, empresariais, sindicais e confissões religiosas;
  2. Transparência – no relacionamento com a Sociedade Civil e com o Estado;
  3. Cooperação – com outras organizações que prossigam fins similares ou que pretendam levar a cabo ações que se enquadrem nos princípios e objetivos da AHP.